Evento teve 12 horas de programação com a presença de cantores locais, nacionais e atração internacional, se consolidando como o maior do Maranhão.


Ora São Luís e Retiros Culturais, promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, reúne multidão na Maria Aragão. Milhares de pessoas compareceram à Praça Maria Aragão, nesta Quarta-feira de Cinzas (26), para louvar e adorar a Deus no evento que já é considerado um dos maiores acontecimentos da música gospel no Maranhão: o Ora São Luís e Retiros Culturais, que é realizado pela Prefeitura e o Governo do Estado. 
O prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Junior, disse que edição deste ano do Ora São Luís consolida ainda mais a música evangélica como parte integrante da agenda cultural da cidade, encerrando o período carnavalesco. “Tivemos um grande Carnaval, realizado pela Prefeitura e o Governo do Estado, fechando nesta Quarta-feira de Cinzas oferecendo para o público cristão uma linda festa, com muitas bandas, entre elas bandas de São Luís, além de grupos musicais reconhecidos nacional e internacionalmente. Este é um momento muito importante para São Luís, em que as pessoas reservam para celebrar, glorificar e louvar a Deus”, disse Edivaldo.
A senadora Eliziane Gama Também acompanhou o evento. "É uma noite linda, que já está no calendário do Estado do Maranhão, com a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado fazendo valer uma lei de nossa autoria, a Lei 8.904/08 que assegura a Semana Maranhense de Retiros Culturais. E o que vemos é uma unidade do povo de Deus para abençoar o Maranhão nesta Quarta-Feira de Cinzas", disse a senadora. 
O secretário de Estado da Cultura, Anderson Lindoso, destacou a importância do evento. "O evento mostra o quanto o Maranhão é diversificado e como o poder público está presente em todas estas áreas. Tem as pessoas que curtem o Carnaval  e também as que escolhem este momento para orar por todos nós".  
O público foi agraciado com a apresentação de artistas locais, nacionais e atração internacional da banda Christafari, vinda dos Estados Unidos e que se notabilizou pelas canções e louvores ao ritmo do reggae cristão. As principais atrações que comandaram o Ora São Luís deste ano foram as bandas Som e Louvor, Fogo e Glória, Marcados Pela Promessa, Ministério Vida em Comunhão e Casa Worship. Dos artistas gospel a subir no palco estiveram Isaac, Maurício Paes, Lídia Caroline, Damares, Priscila Alcântara e Midian Lima.
“Esta é a segunda vez que venho ao Ora São Luís e tem sido muito legal ver todo este público cristão reunido em um evento na praça para louvar a Deus”, comentou a jovem Fernanda Rebeca Ferreira de Oliveira, acompanhada de Gabriela e Luciene Ferreira, respectivamente. “A gente mora no Centro e este é o único evento deste período que combina com a nossa fé”, completou Luciene. A família congrega-se na igreja Assembleia de Deus.
O casal de noivos Denis Ruan Mendes dos Santos e Natália Araújo também participaram do Ora São Luís pelo segundo ano consecutivo. “Está muito bem organizado e podemos ter um momento de louvor a Deus em clima de paz e tranquilidade. É bom encerrar o período de retiro com esta festa na praça”, disse Denis. “Esta festa é uma ótima opção para fugirmos de outras situações que ocorrem neste período, onde o público cristão não fica tão à vontade”, acrescentou Natália. Noivos há 3 meses, Denis e Natália são moradores do Conjunto Maiobão e se conheceram na Igreja Pentecostal Semente da Fé.
Quem aproveitou o momento para completar a renda familiar foi Maria José Silva dos Santos, moradora do bairro Vila Nova, que habilidosamente equilibrava uma bandeja metálica cheia de salgadinhos, as pururucas, como ela explicou. “Eu passei todos os outros dias do Carnaval vendendo pururuca, nos blocos e outras brincadeiras”, ressaltou a idosa.
“Fazemos música de adoração a Deus em vários ritmos populares e temos em nosso repertório até forró”, explicou Luan Martins, membro da banda Ministério Vida em Comunhão, que integra ainda cantoras Wanessa Lisboa, Wania Lisboa, Isaías Lisboa e Daniel Frazão. A banda é de São Luís e tem participado constantemente de eventos evangélicos organizados na Ilha, como o show Virada Cultural, ocorrido no Reveillon, isto é, na passagem do dia 31 de dezembro de 2019 para 1º de janeiro de 2020, também realizado pela Prefeitura, na Praça Maria Aragão.
Uma das bandas que agitou o público do Ora São Luís e Retiros Culturais deste ano, subindo ao palco da Praça Maria Aragão quase no fim da tarde, foi o grupo Marcados Pela Promessa, que contagiou a todos com um repertório repleto de canções de exaltação a Deus, todas ao ritmo do Carnaval de trios elétricos, o axé baiano, que se tornou conhecido em todo o país e também no exterior.
Antes, bem no início da programação, que começou por volta de 15h, teve apresentação das bandas Som e Louvor, Fogo e Glória e música eletrônica também. A banda Fogo e Glória tem inovado no universo musical cristão com repertório de forró e canções inspiradas em passagens bíblicas, mesclando o ritmo tradicional do Nordeste ao louvor de adoração cristã.
Em ritmo de forró, a Banda Som e Louvor foi mais um dos destaques do evento deste ano. O grupo, que tem no repertório músicas como "Festa de crente", "Não troco meu Jesus" e "Hoje eu vou pro culto".
Uma das atrações mais esperadas da noite foi a banda internacional Christafari, de reggae cristão, vinda dos EUA, fundada pelo músico, produtor e pastor Mark Mohr, que desde os 17 anos abraçou a fé cristã e passou a compor músicas que tratam de temas como combate às drogas, à violência e pregando a Palavra de Deus. A Christafari tem como destaque canções como "Hosanna", "Oceans", "Here I am to workship" e "Christafari".
ORGANIZAÇÃO
Segundo a organização do evento, cerca de 80 mil pessoas participaram das celebrações do Ora São Luís e Retiros Culturais e a Prefeitura colocou toda uma infraestrutura e serviços à disposição do público. Haviam de prontidão duas ambulâncias do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e mais uma ambulância do Corpo de Bombeiros.
Os bombeiros também disponibilizaram um veículo de resgate e combate à incêndio, um Auto Bomba Tanque (ABT), além de equipes de socorristas espalhadas no perímetro da praça. A Prefeitura e o Governo mobilizaram várias equipes da Guarda Municipal para a segurança, auxiliadas por dezenas de policiais militares do Batalhão Tiradentes, da Polícia Militar do Maranhão.
Durante o Ora São Luís, muitos comerciantes aproveitaram para montar barracas e vender lanches como hot-dog, hambúrgueres, batatas fritas, churros, doces e churrasquinho. “O movimento é sempre bom em eventos organizados na Praça Maria Aragão, pois aqui muitas famílias vêm assistir aos shows e aproveitam para fazer um lanche ou uma refeição”, disse Marileide Silva, que transitava pela praça vendendo pequenas porções de batatas fritas.
Esta é a 14ª edição de encerramento da Semana Maranhense de Retiros Culturais que é assegurada pela Lei 8.904/08 que reconhece a arte evangélica como cultura. O evento é uma realização das Igrejas Evangélicas do Maranhão, Governo do Estado e Prefeitura de São Luís.

Dos dos Blocos Tradicionais Tropicais do Ritmo vence no Grupo A e Os Indomáveis é o campeão do Grupo B enquanto Dragões da Madre Deus, Turma do Saco e Os Liberais terminaram empatados como vencedores no concurso dos Blocos Organizados.


Flor do Samba é a campeã do Carnaval 2020, evento promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado. Foto: Luciano Dias. A tradicional escola Flor do Samba, que com 80 anos de existência é a segunda mais antiga do Maranhão, foi eleita a grande campeã do Carnaval 2020 da Passarela do Samba. Neste ano, a escola levou para o sambódromo o enredo "Tradição, devoção e alegria, a Flor canta as festas do Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil", do carnavalesco Ítalo Fonseca, com composição de Alisson Ribeiro, Eulálio Figueiredo e Renato Guimarães. O Carnaval 2020 foi realizado pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado e reuniu, somente na Passarela do samba, mais de 70 atrações em cinco dias de festa.
A Flor do Samba foi a última escola a se apresentar, no segundo dia de desfiles, e levou para a Passarela dois mil integrantes, quatro alegorias e 12 tripés retratando patrimônios como o bumba meu boi, o Círio de Nazaré e o Tambor de Crioula. A Turma do Quinto levou o segundo lugar e Turma da Mangueira, em terceiro.Flor do Samba na passarela. Foto: Luciano Dias
O presidente da escola, Luís César Maia, falou sobre a conquista. "Esse grito de campeão estava engasgado em nossas gargantas, porque, nos últimos anos, batíamos sempre na trave. Esse é o resultado de um trabalho muito forte que desempenhamos, juntamente com a nossa diretoria e toda a comunidade Flor do Samba. Já temos enredo definido par ao ano que vem, vamos homenagear Chico Coimbra. Mas agora é o momento de festejar esse título que, na minha humilde opinião, foi bastante merecido", finalizou Maia.
TRADICIONAISTropicais do Ritmo, bloco tradicional campeão do Grupo A
Com um tema em homenagem à Companhia Barrica, o Bloco Tradicional Tropicais do Ritmo, do bairro São Cristóvão, foi eleito o campeão do Grupo A do Carnaval 2020 da Passarela do Samba. Já no Grupo B, o campeão foi o Bloco Tradicional Os Indomáveis, do bairro Liberdade, que com apenas dois anos de fundação, garantiu acesso para o Grupo A. 
No Grupo A o segundo lugar foi para o grupo Os Apaixonados, seguido por Vinagreira Show e Os Baratas, enquanto que no Grupo B o segundo colocado foi Os Fanáticos do Ritmo, e em terceiro o grupo Os Guerreiros do Ritmo. Os três grupos com as melhores notas conseguiram acesso ao grupo A para o Carnaval de 2021.
O presidente do Tropicais do Ritmo, Nielson Menezes, celebrou emocionado o título. "Foi um trabalho de mais de 10 meses de muita dedicação, que agora foi coroado com esse título que muito nos honra. Agradeço muito a todos que fizeram parte desta vitória", afirmou Menezes.Bloco Tradicional Os Indomáveis é o campeão do Grupo B do Carnaval 2020
O presidente dos Indomáveis, Ericsson Reniê, falou sobre o título inédito. "Esse é o resultado de um trabalho feito com muito suor. Mesmo com poucos recursos, conseguimos colocar o bloco na avenida, com todo o apoio da comunidade, e agora é hora de comemorar", afirmou Reniê.
ORGANIZADOSBloco Os Liberais foi um dos vencedores do Carnaval 2020
Em uma disputa acirrada, os três Blocos Organizados Dragões da Madre Deus, Turma do Saco e Os Liberais terminaram empatados em primeiro lugar e lavaram juntos o título do Carnaval 2020.Integrante do bloco Dragões da Madre Deus
Jorge Muniz, presidente da mesa de apuração dos blocos organizados, comentou o resultado. "Fizemos a apuração dos votos e terminamos com esses três grupos empatados, mesmo depois de seguirmos todos os critérios de desempate. Entrou-se, então, num consenso, e os três grupos foram considerados campeões", esclareceu Muniz.Turma do Saco em desfile na Passarela
Neste ano, os blocos levaram para a Passarela temas como a escravidão, a herança africana no Maranhão e uma homenagem ao grupo As Brasileirinhas -- primeiro grupo de samba do país formado só por mulheres. 






Tambor de crioula, blocos tradicionais, bandas e outras atrações fizeram parte do Carnaval 2020 de Bequimão. O prefeito José Martins disse que o carnaval da diversidade vem resgatar as manifestações culturais e voltado para o bem-estar da população. “Sempre fazemos um planejamento antecipado para não atrapalhar as outras áreas da gestão e trazer grandes atrações para animar os foliões no carnaval de Bequimão. Estamos no nosso 8 ano e sempre garantimos boas festas e total segurança aos foliões em todos os pontos estratégicos da cidade”, afirmou o prefeito.
A Nanda Banda foi uma das atrações da noite de domingo de Carnaval em Bequimão. “É sempre uma alegria e satisfação atender ao pedido do prefeito Martins e vim fazer a alegria dos foliões de Bequimão”, completou o vocalista Serginho. O carnaval ainda teve escolha do Rei Momo e Rainha do Carnaval. “Só temos que agradecer a Deus e ao povo que vem sempre nos prestigiar. Este é meu 7° ano como Rei Momo e desejo um feliz carnaval para todos”, disse João Garcia.
Este ano, o Carnaval de Bequimão teve como tema a Diversidade Cultural. O secretário de Cultura, Rodrigo Martins, explicou que a Prefeitura está levando para a folia o tambor de crioula, cinco blocos alternativos e música eletrônicas. “O prefeito José Martins está investindo para contemplar e resgatar as manifestações de Bequimão e até cidades vizinhas como Alcântara”, afirmou.
O vice-prefeito Magal disse que o Carnaval de Bequimão tem tradição e muitas pessoas de outros municípios chegam para a festa. “O prefeito José Martins sempre garante um carnaval seguro, com apoio da Policia Militar, Guarda Municipal e segurança privada, para que a população possa brincar com segurança”, afirmou.
O secretário de Saúde, Hélio, disse que a Secretaria de Saúde estava com equipes em uma barraca na praça para fazer a distribuição de preservativos e orientação sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis, ambulâncias e técnicos para aferir pressão e fazer testes de glicemia. “Também contamos com uma ambulância para apoiar todos os dias da folia”, disse Hélio.

Fonte: blog a notícia...



Apuração ocorreu na tarde desta quarta-feira (26) no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho e definiu os três blocos como vencedores.


Bloco Os Liberais foi um dos vencedores do Carnaval 2020.Em uma disputa acirrada, os três Blocos Organizados Dragões da Madre Deus, Turma do Saco e Os Liberais terminaram empatados em primeiro lugar e lavaram juntos o título do Carnaval 2020. A festa, promovida pela Prefeitura de São Luís e Governo do Maranhão, reuniu mais de 70 atrações na Passarela do Samba em cinco dias de folia. 
Jorge Muniz, presidente da mesa de apuração dos blocos organizados, comentou o resultado. "Fizemos a apuração dos votos e terminamos com esses três grupos empatados, mesmo depois de seguirmos todos os critérios de desempate. Entrou-se, então, num consenso, e os três grupos foram considerados campeões", esclareceu Muniz.Integrante do bloco Dragões da Madre DeusNeste ano, os blocos levaram para a Passarela temas como a escravidão, a herança africana no Maranhão e uma homenagem ao grupo As Brasileirinhas -- primeiro grupo de samba do país formado só por mulheres.Turma do Saco em desfile na Passarela
Na noite de encerramento da folia, o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, falou sobre o sucesso do circuito. "O Carnaval de São Luís, aqui na Passarela do Samba, bem como em todos os nossos circuitos, foi mais uma vez um sucesso. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, em parceria com o Governo do Estado, resgatou o orgulho do ludovicense pelo seu Carnaval".

Encerramento do evento, promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, reuniu foliões que puderam curtir a festa que teve cinco dias de programação.


Última noite do Carnaval da Passarela do Samba tem blocos afros, tribos de índio e show do Bicho Terra.Depois de cinco noites de muita folia, o Carnaval da Passarela fechou sua programação, nesta terça-feira (25), com desfile das Tribos de Índio, Blocos Afros e, no encerramento, um show surpresa do Bicho Terra, lotando o sambódromo do Anel Viário. Durante as cinco noites de festa, mais de 70 grupos folclóricos se apresentaram na Passarela, levando todo o colorido e o gingado dos ritmos locais. O Carnaval 2020 é uma realização da Prefeitura de São Luís e Governo do Estado.
O secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, celebrou o sucesso de mais um ano do Carnaval da Passarela. “O Carnaval de São Luís, aqui na Passarela do Samba, bem como em todos os nossos circuitos, foi mais uma vez um sucesso. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, em parceria com o Governo do Estado, resgatou o orgulho do ludovicense pelo seu Carnaval. A festa em São Luís está mais forte a cada ano, ganhando cada vez mais adesão, tanto do folião local, que costumava viajar para o interior, como de turistas. Esse nosso trabalho, nosso comprometimento, tem colocado o Maranhão, especialmente a cidade de São Luís, no roteiro nacional. A nossa capital já pode se orgulhar de ter um dos melhores e seguros carnavais do país”, destacou o secretário Marlon Botão.
A festa desta terça-feira começou cedo, ainda no entorno da Passarela, na Tenda do Tambor, com os grupos: Tambor de Crioula Um Degrau de Santa Luzia, Tambor de Crioula Raízes Africanas e Tambor de Crioula União de São Benedito (Vila São José).
Em seguida, iniciando os desfiles da Passarela, foi a vez do cortejo das Tribos de Índio: Sioux, Upaon-Açu, TapiacaUhu, Curumim, Kaiapó, Itapoã, Guarany, Tupiniquim, Carajás, Kamayaurá. Os Blocos Afros vieram a seguir; GDAM foi o primeiro bloco a desfilar, seguido por AbiyêyêMaylô, Omnirá, Juremê, Abibimã, Officina Affro, Akomabu, Netos de Nanã e, encerrando os desfiles, o bloco Didara. Fechando com chave de ouro a programação da Passarela, o bloco Bicho Terra fez um show surpresa, botando todo mundo para dançar – por problemas técnicos, a banda Mesa de Bar, que fecharia a noite, não pôde se apresentar na Passarela.
ESTRUTURA
Este ano, a Prefeitura ampliou a estrutura da Passarela do Samba, com instalação de 41 camarotes disponíveis à venda e ainda três camarotes para os jurados, além de arquibancada coberta com capacidade para um público de 10 mil pessoas a cada noite de programação, com acesso gratuito. A Passarela também contou com acessibilidade garantida para pessoas com deficiência e dificuldade de locomoção, além de intérpretes de libras para garantir que todos pudessem aproveitar a programação. Todas as noites de programação contaram com entrada gratuita.
APURAÇÃO
Nesta quarta-feira de Cinzas (26), no Teatro Alcione Nazareth, localizado no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, na Praia Grande, serão realizadas as apurações dos concursos dos Blocos Organizados, Tradicionais e Escolas de Samba. 



Instalada há pouco mais de uma semana na Assembleia Legislativa do Maranhão, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Educação, que visa a apurar, no prazo de 120 dias, uma série de irregularidades e práticas abusivas cometidas na rede privada de ensino do Maranhão, deve começar efetivamente os seus trabalhos logo após o período do recesso carnavalesco.
Oficialmente, os deputados devem retornar aos trabalhos em plenário amanhã, após uma pausa para o feriado das festas de Carnaval.
Os deputados Roberto Costa (MDB) e Fernando Pessoa (Solidariedade) foram eleitos presidente e vice-presidente da Comissão, respectivamente. A relatoria ficou com o deputado Rafael Leitoa (PDT). A primeira convocação da CPI está marcada para o dia 3 de março, às 14h30, na Sala das Comissões.
Denúncias
De acordo com o presidente da Comissão, Roberto Costa, a CPI vai apurar denúncias de pais de alunos matriculados em escolas particulares. Dentre os relatos, destacam-se a aplicação de sistema bilíngue sem prévias justificativas e com valores acima dos praticados no mercado; a adoção de sistema de ensino com vendas exclusivas nas escolas; cobranças de taxas genéricas em materiais de uso exclusivo coletivo e reajustes abusivos e injustificados nos valores das mensalidades.
A CPI da Educação deriva da Resolução Administrativa 92, de 12 de fevereiro de 2019, de autoria da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Logo após a instalação da CPI, o deputado Roberto Costa fez o comunicado oficial ao presidente da Casa, Othelino Neto (PC do B).
“Começaremos nossos trabalhos, de fato, no dia 3 de março, quando estaremos reunidos para nos debruçarmos sobre todas as propostas e elaborarmos a pauta de convocações, na qual estarão inseridos os representantes de pais de alunos e os proprietários de escolas citadas nas denúncias”, destacou Roberto Costa. Os casos já revelados também estão sendo acompanhados pelo Ministério Público.



Weverton quer vencer as eleições de São Luís, não necessariamente apenas com um candidato do PDT; e a aposta é em Neto Evangelista.
Em longa conversa telefônica com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, na quinta-feira, 20, antes do carnaval, o senador Weverton Rocha estabeleceu, pela primeira vez, as diretrizes do projeto do PDT para São Luís.
– Não temos porque marcar posição. É preciso disputar poder; e o PDT está pronto para a disputa – revelou Rocha, ao admitir, ainda que apenas nas entrelinhas, a aliança em torno do deputado estadual Neto Evangelista (DEM).
Dentro desta estratégia, o senador revelou que foi pela necessidade de disputar poder e ocupar espaços, que chegou a conversar com o presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), ainda em dezembro, sobre a viabilidade de sua candidatura a prefeito.
Na avaliação de Weverton Rocha, Osmar teria condições de chegar à casa de 15%, 20% das intenções de votos. Mas para ele, isso seria marcar posição, o que não faz sentido na atual conjuntura política do estado.
Neste aspecto, ele entende que a candidatura de Evangelista é competitiva para chegar ao segundo turno e vencer, com a força e militância do PDT e dos aliados, o favoritismo de Eduardo Braide (Podemos).
Ao conversar com o titular deste blog, Weverton Rocha estava na estrada, a caminho do interior, onde o projeto do PDT para 2020 complementa o de São Luís.
– Nós vamos disputar poder em diversos outros municípios; em alguns, podemos não ganhar, mas,. aí sim, estaremos marcando posição, porque construiremos grupo para o pós-eleição – disse ele.
A estratégia pedetista inclui também gestos aos partidos aliados, como PCdoB.
Em Imperatriz, cita o senador, desde a primeira hora o PDT já anunciou apoio ao projeto do PCdoB, conversando com o secretário Clayton Noleto e com o deputado Marco Aurélio.
E assim se repetirá em vários municípios.
– Fizemos o gesto porque entendemos que assim se faz política. Estas alianças se repetirão em todo o estado – disse o senador.
Durante toda a conversa, mesmo sem citar claramente o projeto de 2022, Weverton Rocha deixou claro que as eleições estão vinculadas, com forte repercussão entre os dois pleitos.
E  mostrou claramente, também, que continua ativo na ação política.....