O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), falou, nesta quarta-feira (4), da retomada das sessões plenárias, de forma híbrida, durante os três dias na semana – segunda, terça e quarta-feira -, além do retorno gradual do acesso das pessoas às dependências da Casa.

“Com o avanço da vacinação no Maranhão e a diminuição das taxas de ocupação dos leitos clínicos e de UTI decidimos retornar com a frequência regimental das sessões ordinárias, mas ainda de forma presencial e remota”, observou o vereador.

Vale destacar que o retorno integral dos trabalhos legislativos ocorreu na terça-feira (3). “É importante à volta das atividades da Casa, mas os cuidados de higiene e distanciamento não podem ser relaxados”, enfatizou o presidente, reforçando que as ações voltadas para o combate à pandemia continuarão a ser priorizadas.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, no início de 2020, o Legislativo Municipal adotou diversas ações para que os trabalhos não fossem totalmente interrompidos e, sobretudo, para proteger parlamentares, servidores e o público em geral do risco de contágio. Além de outras medidas, passaram a ser obrigatório o uso de máscaras nas dependências da Casa, a medição de temperatura, a disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos e, as sessões plenárias passaram a ser realizadas uma vez por semana – inicialmente somente na forma remota e depois na modalidade híbrida.

 


O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, se filiou nesta quarta-feira (4) ao Partido Social Democrático (PSD), em sua sede em Brasília (DF), e confirmou a sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão em 2022.

A cerimônia teve a presença do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, e do presidente estadual, Edilázio Júnior, e foi prestigiada pelos senadores Antonio Anastasia (Minas Gerais), Lucas Barreto (Amapá), Nelson Trad (Mato Grosso do Sul) e Carlos Fávaro (Mato Grosso), os deputados federais Hildo Rocha (Maranhão), Joaquim Passarinho (Pará), Carlos Leal (Bahia) e Antonio Brito (Bahia), o deputado estadual César Pires (Maranhão), a vereadora de São Luís Karla Sarney, além de prefeitos e vereadores maranhenses, entre outras lideranças do estado e membros e apoiadores do partido.

“A minha filiação no PSD marca o início de uma nova etapa na minha trajetória pública, onde já fui vereador, deputado federal e prefeito da capital por dois mandatos. Fico muito feliz em saber que, fruto dessa caminhada, meu nome seja bem avaliado pela população como pré-candidato ao governo nas próximas eleições, como tem mostrado as pesquisas. A partir de agora, com a permissão de Deus, vamos percorrer o Maranhão, dialogando com as lideranças e ouvindo a população”, disse Edivaldo.

A filiação de Edivaldo e sua pré-candidatura ao Governo do Estado integram um projeto nacional do PSD, o quarto maior partido do país, de ampliar o seu quadro de governadores em estados estratégicos como o Maranhão, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

“Num gesto de muita confiança, o Edivaldo faz uma escolha que muito nos honra, de se filiar ao PSD, para ser candidato a governador pelo partido, e inquestionavelmente será o futuro governador do Maranhão”, afirmou Kassab reafirmando o projeto nacional do partido de eleger governadores em vários estados e que, no Maranhão, o ex-prefeito Edivaldo terá todo o apoio necessário.

Edilázio Júnior também ressaltou a importância de ter um nome como o de Edivaldo no PSD. “Ter Edivaldo nos quadros do nosso partido é uma honra muito grande, ainda mais ele tendo saído da Prefeitura com mais de 70% de aprovação da população”, afirmou o deputado federal e presidente estadual do PSD.

“Sua trajetória e tudo que realizou como prefeito, aplaudido por dois mandatos em São Luís, é mais uma vitrine e referência do seu futuro”, disse o senador Antonio Anastasia

Edivaldo Holanda Junior anunciou seu ingresso no PSD há cerca de um mês, logo após deixar o PDT. Desde que encerrou o segundo mandato como prefeito da capital, ele vem pontuando muito bem em todas as pesquisas de intenção de voto para o Governo do Estado.

Desde que encerrou o segundo mandato como prefeito da capital, ele vem pontuando muito bem em todas as pesquisas de intenção de voto para o Governo do Estado.

Edivaldo comandou a Prefeitura de São Luís por oito anos e encerrou a sua gestão, em 2020, com uma ótima avaliação da população. A sua administração foi marcada, sobretudo, por contas públicas equilibradas e centenas de obras que puseram fim em problemas históricos na cidade em diversas áreas, da infraestrutura à assistência social. Em sua trajetória política, o ex-prefeito já foi ainda vereador por dois mandatos consecutivos e deputado federal.


O prefeito Luciano Genésio  e o vereador da capital, Álvaro Pires, cumpriram agenda importante em Brasília, hoje (04), acompanharam de perto a solenidade de posse do novo Ministro da Casa Civil e ex-presidente do PP, Ciro Nogueira.

Ciro aceitou assumir o comando da Casa Civil de Jair Bolsonaro. Essa posse representa muita expectativa para apoiadores do Nogueira. O prefeito Luciano também do PP vê  nessa mudança um mundo de possibilidades que podem beneficiar o município de Pinheiro, região da Baixada e Maranhão.

“Essa é  uma grande conquista para o nosso partido, tendo uma liderança forte como o Ciro na Casa Civil temos um leque de possibilidades de benefícios, ter o contato direto com a esfera federal é  fundamental para consolidar conquistas importantes. Estamos buscando junto a essa esfera investimento para futuras obras e projetos em Pinheiro, Baixada e Maranhão”, disse Luciano.

 Após solicitação de Othelino, Santa Helena ganhará novas obras de infraestrutura urbana

Othelino Neto após reunião com Flávio Dino, o prefeito de Santa Helena, Zezildo Almeida, e o vice, Joãozinho Pavão, no Palácio dos Leões. 

O município de Santa Helena vai receber novas obras de infraestrutura urbana, após solicitação do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), feita durante reunião no Palácio dos Leões, na tarde desta última segunda-feira (2), com o governador Flávio Dino, o prefeito Zezildo Almeida e o vice-prefeito Joãozinho Pavão. 

A revitalização da Beira Rio, a construção da Praça da Família e de quadras poliesportivas, além da chegada de uma nova etapa do ‘Mais Asfalto’, foram alguns dos serviços já autorizados pelo Governo do Estado.

Na reunião, Othelino Neto destacou que as obras vão melhorar a infraestrutura do município e proporcionar melhor qualidade de vida à população helenense. “A cidade, que já conta com importantes serviços viabilizados pelo Governo do Estado, com o nosso apoio, terá mais opções de lazer e melhorias na trafegabilidade de ruas e avenidas”, enfatizou o parlamentar.  

Diney Justino - Agência Assembleia
Presidente da Assembleia e prefeito Zezildo Almeida reforçam parceria em prol do município de Santa Helena
Presidente da Assembleia e prefeito Zezildo Almeida reforçam parceria em prol do município de Santa Helena

O governador Flávio Dino ressaltou a importância do trabalho conjunto para que mais benefícios cheguem a Santa Helena. “Já temos uma grande obra em andamento no município, que é o IEMA. Agora, mais serviços estão chegando com essa parceria de trabalho firmada entre Prefeitura, Governo e Assembleia em prol do povo helenense”, afirmou o chefe do Executivo Estadual.

O prefeito Zezildo Almeida agradeceu as parcerias que muito têm beneficiado o município. “Sempre atencioso com a nossa cidade, o deputado Othelino conhece, realmente, a realidade do nosso povo. Tenho certeza de que a população ficará muito feliz com a chegada dessas novas obras”, disse o gestor, ao lado do vice-prefeito Joãozinho Pavão, que também participou do encontro.

 Creche-Escola Sementinha retorna às aulas em sistema híbrido seguindo protocolos sanitários

Como medida de segurança, alunos têm a temp. eratura corporal aferida antes de entrarem na escola

A Creche-Escola Sementinha, mantida pelo Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), iniciou, na manhã desta última segunda-feira (2), as aulas do segundo semestre letivo pelo sistema híbrido (online e presencial). Da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, as atividades na instituição seguem todos os protocolos pedagógicos e sanitários necessários para a prevenção contra a Covid-19.

Para a presidente do Gedema, Ana Paula Lobato, é uma grande alegria começar o novo semestre com a maioria da equipe pedagógica imunizada com a segunda dose da vacina. “Porém, o vírus ainda está circulando e, por isso, organizamos a escola para receber os alunos com todo o acolhimento e cuidados necessários, como sempre fizemos nessa pandemia, para não prejudicar o aprendizado e o ano letivo”, frisou.

Segundo a diretora pedagógica da Creche-Escola Sementinha, Cynthia Vieira, os cuidados são tomados desde a entrada na escola, com a higienização das mãos, a aferição da temperatura corporal e sanitização dos calçados. Além disso, as salas de aula recebem, no máximo, 15 crianças por turma, sentadas em carteiras com distanciamento social.

“Mesmo com mais pessoas imunizadas, a escola continua seguindo, rigorosamente, as exigências dos órgãos de saúde e do Governo do Estado. Continuamos com o ensino híbrido para atender, justamente, àqueles que ainda preferem suas casas como o lugar mais seguro para dar prosseguimento aos estudos”, explicou Cynthia.

JR. Lisboa
As salas de aula recebem, no máximo, 15 crianças por turma, para manterem o distanciamento social
As salas de aula recebem, no máximo, 15 crianças por turma, para manterem o distanciamento social

Expectativa

Para os pais, as expectativas são as melhores possíveis para o retorno gradativo ao sistema convencional. “O vírus não acabou, mas as aulas precisam continuar. Nossa esperança é que possamos superar o quanto antes esse momento, porém, enquanto não passa, nossos filhos necessitam continuar na escola”, disse Daniel Júnior, pai da aluna Maria Eduarda, da Pré-Escola II.

Joana Araújo, avó da aluna Valentina Silva, do 3ª ano, também ressaltou a importância de voltar às aulas, seguindo os protocolos. “Seguimos todas as exigências em casa e, por isso, ficamos felizes de ver tudo sendo cumprido da mesma forma na escola. Assim, nos sentimos mais seguros”, disse.  

JR. Lisboa
Alunos sentam em carteiras com distanciamento social, seguindo os protocolos sanitários contra a Covi-19
Alunos sentam em carteiras com distanciamento social, seguindo os protocolos sanitários contra a Covi-19

 A Prefeitura de São Luís divulgou a lista de escolas que vão voltar às aulas no sistema híbrido a partir do dia 16 de agosto. O segundo semestre letivo das aulas foi iniciado na rede municipal de ensino nesta segunda-feira (2). Para garantir a segurança de toda a comunidade escolar, a volta às salas acontecerá de forma gradual. Nesta primeira quinzena de agosto acontecem ações formativas sobre as diretrizes para a retomada das aulas presenciais. A partir do dia 16 as aulas serão iniciadas em sistema híbrido para o ensino fundamental, que terá atividades realizadas por grupos de alunos para cada semana. Em uma semana, parte dos alunos terá aulas presenciais e na semana seguinte terão aulas remotas, assim sucessivamente.

As escolas que retornarão com o ensino híbrido a partir de 16 de agosto são as U.E.Bs. Senador Miguel Lins (anexo), no bairro Ipase de Baixo; Mary Serrão Ewerton, em Pedrinhas, na Zona Rural; Pedro Marcosini Bertol, Jaracati; Alberto Pinheiro (anexo infantil), Centro; Governador Jackson Lago, Cidade Operária; Sofia Silva, Vila Passos; Tom e Jerry (anexo Balão Mágico), no Vinhais; Professor Mata Roma, Cidade Operária; Rubem Teixeira Goulart, Cohab; Dr. Carlos Macieira; Bairro de Fátima; Paulo Freire, Liberdade; Laura Rosa, Cidade Operária; Ronald de Carvalho, Divinéia.

Também retomam suas atividades de forma presencial, a Escola Municipal de Música de São Luís (EMMUS), no Centro Histórico; e a Escola Casa Familiar Rural, no bairro Santa Helena, na Zona Rural. As demais unidades retomam suas atividades à medida que forem adaptadas aos novos modelo de esino e protocolos sanitários.

Foto: Divulgação






Foto: Divulgação

Foto: Divulgação





Foto: Divulgação

Foto: Divulgação



Foto: Divul
gaçãoFoto: Divulgação

 

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), anunciou nesta terça-feira (3), que o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB), confirmou que vai submeter seu nome ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. 

“Conversa agradável com o deputado Marcelo Tavares sobre o nosso Maranhão.  Na oportunidade, ele me informou que submeterá seu nome à apreciação da Assembleia Legislativa para ocupar uma vaga de conselheiro do TCE, que será aberta com a aposentadoria do cons. Nonato Lago”, anunciou Othelino Neto.

“O dep. Marcelo Tavares têm os atributos para a investidura nessa tão relevante função. Experiente e probo, já exerceu importantes funções no estado, dentre as quais de presidente da AL e secretário de estado nos governos José Reinaldo e Flávio Dino”, completou Othelino em sua conta no Twitter.

Pelo rito, o TCE/MA deve comunicar a vacância da vaga após a aposentadoria de Nonato Lago que deve ocorrer no dia 8 de setembro. Após essa fase, os interessados comunicam seu interesse a Assembleia Legislativa que realiza uma sabatina com um grupo de 7 deputados e após o resultado é apresentado ao plenário, onde os 42 parlamentares votam e decidem se o nome tem condições de ocupar o cargo.

Marcelo Tavares completa 50 anos no próximo dia 20 de setembro e caso se mantenha a regra atual, ele pode permanecer na função de Conselheiro do TCE/MA até 2046, quando completaria 75 anos.

Natural de São Luís, Marcelo é formado em direito pela Universidade Federal do Maranhão. Ocupou o cargo de deputado estadual nas legislaturas 1995/1999, 2007/2011, 2011/2015 e 2019/2023. Sendo presidente da Assembleia Legislativa entre 2009 e 2011. Ele coordenou as campanhas de governador de Zé Reinaldo Tavares em 2002 e de Flávio Dino em 2014 e 2018.

Desde 2015 é secretário Chefe da Casa Civil do governo Flávio Dino.

 

Ao contrário das vezes anteriores, em que descartava concorrer ao governo, desta vez o prefeito de São Luís não fechou questão sobre a hipótese, em entrevista ao programa Ponto Final, da rádio Mirante AM. 

 

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), deixou no ar, pela primeira vez, uma pergunta sobre possível candidatura ao Governo do Estado em 2022. 

Em entrevista ao programa Ponto Final,d a rádio Mirante AM, Braide não fechou questão, ao contrário de outras oportunidades.

–  O futuro a Deus pertence – disse o ´prefeito, quando questionado pelo jornalistas Jorge Aragão.

– Nesse momento, realmente, a intenção é cuidar bem da cidades. As minhas energias, os meus esforços, os meus cuidados estão em fazer de São Luís uma cidade melhor. É claro que o futuro a Deus pertence, mas o momento agora é de trabalhar pela cidade. Eu tô muito feliz em ter a possibilidade da população ter me dado a chance de cuidar da minha cidade – destacou.

Em outras ocasiões, quando perguntado sobre a mesma coisa, o prefeito sempre dizia que não pretendia concorrer em 2022.

Mas a popularidade de sua gestão parece tê-lo feito repensar esta hipótese…

 

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), anunciou ontem, 1º, nas redes sociais, mais uma mudança no seu governo: deixou a Secretaria de Estado de Articulação Política (Secap), o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

Ele reassume o mandato em Brasília e manda de volta à suplência Dr.Elizabeth Gonçalo.

“Agradeço ao deputado federal @rubenspereirajr pelo período em que exerceu a Secretaria de Articulação Política do @GovernoMA. Desejo que ele tenha sucesso no retorno ao mandato na Câmara, onde continuará a ajudar o nosso governo”, destacou Dino.

Também nas redes, Rubens Júnior disse retornar “mais preparado” para o mandato na Câmara após as experiências no Executivo estadual e uma candidatura a prefeito de São Luís.

“Após as experiências da Secid, Secap, ter sido candidato a prefeito em SL e ter vencido um câncer, retorno mais preparado para o mandato”, disse Rubens.

Por enquanto, um interino assume a Secap.

 

Neste segundo domingo de retomada da Feirinha São Luís, 1º de agosto, mais uma vez a população da capital e turistas voltaram a ocupar o Centro Histórico para conferir o artesanato, a gastronomia típica, produtos agroecológicos e se divertir com a família e amigos nos espaços do evento e ao som das atrações culturais. O prefeito Eduardo Braide e família também estiveram na Feirinha e o gestor aproveitou para verificar a ampliação do espaço, que agora está mais confortável e seguro para todos. 

“Estamos retomando a Feirinha São Luís, evento da Prefeitura que se tornou tradição na cidade e que estava parado por causa da pandemia. Este é o segundo fim de semana de retorno com novidades como a ampliação do número de entradas e dos espaços para comercialização de produtos e circulação de pessoas. Vamos seguindo assim, sentindo o clima de cada domingo e fazendo as adequações necessárias para garantir um espaço cada vez mais seguro e confortável para nossa população e os turistas que visitam nossa cidade”, disse o prefeito Eduardo Braide.

Novas entradas

Uma das mudanças feitas foi a ampliação do número de acessos à Feirinha. Agora são quatro entradas: pela Avenida Dom Pedro II, ao lado da Praça Benedito Leite; pela Rua do Egito, que pode ser subindo a ladeira ou pela Praça João Lisboa; e tem também a entrada pela esquina (a que tem o semáforo vertical) da Avenida Dom Pedro II com a Rua do Egito, liberada às 11h30min, após o término da missa na Igreja da Sé. 

Para isso, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) está desenvolvendo ações de disciplinamento, interdição e desvio em alguns pontos do entorno do Centro Histórico, com atenção para os acessos à Feirinha.

“A Feirinha foi ampliada para melhor atender a todos. Por conta das mudanças, montamos uma operação para garantir que quem vem prestigiar a programação tenha tranquilidade em estacionar e também para quem chega em outros meios de transporte. Nossos agentes de trânsito estão dispostos em locais estratégicos em toda a região que compreende o evento, orientando as pessoas e para que o trânsito possa fluir normalmente durante o período em que acontecem as atividades da Feirinha São Luís”, informou o titular da SMTT, Cláudio Ribeiro.

 


Vou fazer um interregno entre os temas políticos, as Olimpíadas, que mobilizam todas as atenções, e as mazelas nacionais, para abordar um tema pessoal que mexe com meus sentimentos e faz parte dos amores da minha vida.

Passei um ano e meio sem vir ao Maranhão, condenado ao isolamento domiciliar, sem culpa nenhuma, sem poder sair de casa pelo medo da pandemia. Fiquei ali, debruçado sobre meus livros e a minha compulsão de escrever, e tive medo de tudo, mas o que mais me tocou a vaidade e o cotidiano foi o medo de perder o prazer de andar. Desaprendi de andar e passei lutando para reaprender a levantar os pés do chão, para não ficar com aquele andar de velho, arrastando os pés.

Quando me perguntavam o porquê de minha reclusão tão forte dizia que era o desejo de ajudar o Criador a manter-me por mais alguns anos com o gosto da vida. E acrescentava, já com o otimismo de que era lá que o Criador me receberia: — Com a minha idade, se eu tiver alguma coisa, estou com o pé no Céu. Os inimigos diziam “com o pé no inferno”. Eu replicava que não tenho inimigos, tive só adversários e estou acabando com todos: cumprindo o pedido de Deus “perdoai os seus inimigos”, já perdoei a todos. Deus foi tão generoso comigo que nunca poderia negar-Lhe esse pedido, já que Ele me deu um temperamento voltado a amar o próximo e ser dado ao diálogo, a compreender os outros e nunca desejar mal a ninguém.

E durante esse período levei o mais longo tempo de minha vida sem vir à terra onde abri os olhos para o mundo: o Maranhão. Cunhei uma frase que caracteriza esse meu amor ao Maranhão, dizendo que era minha terra e minha paixão e, quando estou fora, não passo um dia sem ter saudades dele.

Nesse tempo em que não saía de casa, comecei a sentir de tudo, solidão, banzo, tristeza, dores nos braços, nas pernas, nas costas. Minha grande médica, que me assiste em Brasília, Dra. Núbia Vieira, já quase não tolerando mais as minhas queixas e não encontrando motivos para tantos males, disse-me — ajudada pelo frio danado que passou a fazer ali, com temperaturas não raro abaixo de 10º — que tinha chegado a um diagnóstico sobre meus males: “Sabe o que você tem e eu descobri como uma das mais raras doenças? Saudade. E para o que lhe falta não há melhor remédio que o descoberto pelos antigos: o calor do seu Maranhão.” Santo remédio! Não é que estão me julgando mais jovem, mais alegre e mais bonito?…

Arrumei as malas e meus trens, a modo de Minas, e vim passar uma temporada aqui, vendo “o mar do Maranhão / …onde o céu caiu no chão”, copiando a canção do Nonato Buzar.

Mas não podia terminar este artigo sem dizer que o Amapá, minha segunda terra, é também uma saudade que não passa

 

Ao revelar sua tendência pessoal de votar em Flávio Dino para o Senado e que o partido tende a apoiar um aliado de Dino ao governo, vice-presidente da legenda sepulta pretensão de candidatura de Roseana, ela própria já comunicada pela cúpula do PT que a preferência é pelo senador  Weverton Rocha no Maranhão. 

 

A relação de Roberto Costa e Flávio Dino tem-se estreitado ao longo dos dois mandatos do governador comuno-socialista. 

No mesmo dia em que a ex-governadora  Roseana Sarney apareceu em primeiro lugar na pesquisa Econométrica sobre o Governo do Estado, com 24,6%, o vice-presidente do MDB, deputado Roberto Costa, assumiu publicamente a tendência de aliança do partido com o governo Flávio Dino (PSB).

– Eu, pessoalmente, tenho a tendência muito forte de votar no Flávio para o Senado uma vez que o partido [o MDB] já disse que não tem interesse na discussão ao Senado – afirmou o deputado, na quinta-feria, 29, ao jornalista John Cutrim.

A declaração sepulta de uma vez por todas qualquer debate em torno de uma candidatura de Roseana Sarney ao governo, uma vez que ele adiantou, ainda, que o MDB tende a seguir o candidato apoiado por Flávio Dino.

A própria Roseana Sarney já havia descartado candidatura ao governo, mas ainda não havia manifestado posicionamento sobre candidaturas a governador.

Parte do seu grupo tem mais simpatia pelo vice-governador Carlos Brandão (PSDB), mas Roberto Costa mostra-se mais alinhado ao o senador Weverton Rocha (PDT), que lidera as pesquisas nos cenários sem a ex-governadora.

A própria Roseana já foi comunicada pelo ex-presidente Lula e pelos ex-ministros Gilberto Carvalho e José Dirceu que o PT vai apoiar Weverton e quer – tanto ela quanto o MDB – apoiando o senador pedetista.

Mas esta é uma outra história…

 

A convite do diretor geral do Hospital do Servidor, Plínio Tuzzolo, o vice – presidente da Câmara Municipal de São Luís, o médico e vereador Dr. Gutemberg (PSC), acompanhou uma visita técnica ao novo Hospital do Servidor. Também participaram da visita, a secretária de Estado de Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep), Flávia Alexandrina e o subsecretário Adilon Léda.

Uma equipe de profissionais do Hospital dos Servidores acompanhou a visita técnica, mostrando todas as instalações de um hospital que será referência no Estado.

“Fiquei muito feliz com o convite. E como médico e professor do curso de medicina da UFMA, sei o quanto essa unidade de saúde vai fazer a diferença. E pela experiência dos gestores do Hospital do Servidor, eu tenho certeza de que os servidores do Estado terão a sua disposição mais um hospital de grande excelência”, analisa Dr. Gutemberg.

 

A Câmara Municipal aprovou ontem, 28, em sessão plenária, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de São Luís para o exercício financeiro de 2022.

Presente à sessão, o vereador Álvaros Pires (PMN) destacou a inclusão de importantes recursos para a Saúde e a Educação municipais na proposta aprovada.

“Os recursos oriundos para a Saúde e Educação, por exemplo, dependem destas diretrizes. Participei efetivamente, inclusive, apresentando emenda na LDO, garantindo, assim, que recursos não faltem para a melhoria da vida dos ludovicenses”, destacou o parlamentar.

Que completou: “Nossa missão é, garantir o bem comum de todos e, juntos avançarmos na luta em prol da nossa querida de São Luís”.

O texto aprovado assegura um orçamento de R$ 3,4 bilhões em 2022 para a Prefeitura da capital.

O valor, no entanto, é menor em relação ao exercício financeiro de 2021: havia sido fixado em R$ 3,501 bilhões.

 

A Câmara Municipal de São Luís aprovou em votação final, na quarta-feira (28), o Projeto de Lei nº 105/2021, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que apresenta as metas e prioridades da administração pública municipal, além de dispor sobre os riscos fiscais. O texto segue para sanção do prefeito Eduardo Braide (Podemos).

Das 23 emendas apresentadas à Comissão de Orçamento, Finanças, Planejamento e Patrimônio Municipal (COFPPAM) no prazo regimental – e mais duas de redação acrescentadas posteriormente – totalizando 25 sugestões, 12 foram aprovadas, 4 retiradas e 7 rejeitadas.

Receita – A receita estimada bruta para o próximo exercício é de R$ 3,4 bilhões e refere-se a investimentos previstos, o que corresponde a soma da receita corrente. Foi realizada uma audiência pública pela Casa de Leis em que representantes das pastas do Executivo Municipal puderam realizar a apresentação das propostas para o próximo ano.

Desta forma, o valor aprovado acaba sendo menor que o exercício financeiro de 2021, fixado em R$ 3,501 bilhões.

“O parlamento discutiu exaustivamente sobre o projeto de LDO, cumprindo nosso papel. Algumas emendas foram rejeitadas, o que é normal, pois faz parte do parlamento, e prevaleceu a vontade da maioria. Sabemos da importância da LDO tem, pois ela serve com arcabouço para elaboração do orçamento. Vale ressaltar que a Câmara não teve recesso para cumprir seu dever com a sociedade, por isso preferimos abrir mão do recesso para continuamos produzindo”, destacou o presidente do Legislativo Municipal, vereador Osmar Filho (PDT).


Através das redes sociais, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), na noite de quarta-feira (28), informou duas mudanças na sua equipe de governo.

As duas mudanças ocorrem nas secretarias de Administração (SEMAD) e Informação e tecnologia (SEMIT).

Na SEMAD, Flávio Olímpio deixa a pasta, que passará a ser conduzida por Diego Rodrigues, que estava justamente na SEMID. 

Já na SEMID, para o lugar de Diego Rodrigues, Braide anunciou o nome de Felipe Falcão.

“Informo as seguintes mudanças em nosso secretariado: a Semad será comandada por Diego Rodrigues (que deixa a Semit e Felipe Falcão será o novo secretário de Informação e Tecnologia. Agradeço ao Flávio Olímpio pelo trabalho à frente da Semad”, destacou Braide.

Antes dessas duas mudanças, a outra importante modificação que Eduardo Braide já havia feito foi a saída da vice-prefeita Esmênia Miranda da Secretaria de Educação, que passou a ser comandada pelo professor Marcos Moura.

O policial militar Adonias Sadda, preso ontem, 27, sob acusação de matar o médico Bruno Calaça, na madrugada de segunda-feira, 26, numa boate em Imperatriz, declarou em depoimento ao delegado Praxísteles Martins que disparou acidentalmente sua arma.

O tiro disparado pelo PM atingiu a vítima na altura do peito, e ela morreu no local

Durante a oitiva, Sadda confirmou que antes do assassinato já havia ocorrido um desentendimento entre o médico e um de seus amigos.

Segundo testemunhas, essa primeira confusão teria sido resolvida pelo proprietário do estabelecimento.

Adonias Sadda segue preso, enquanto a Polícia Civil conclui inquérito (saiba mas).